en     pt
Obras
Zico: “Belo Monte, uma obra fantástica”
Obras
Postado em 28.07.2015
Zico esteve no Sítio Belo Monte. (Foto: Betto Silva)

Zico esteve no Sítio Belo Monte. (Foto: Betto Silva)

O craque do futebol Arthur Antunes Coimbra, mundialmente conhecido como Zico, viu de perto a grandiosidade das obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte e se impressionou. Encantado com o empreendimento, ele declarou admiração principalmente pelos que trabalham todo dia para realizar um dos maiores desafios da engenharia da atualidade: construir a maior hidrelétrica 100% brasileira no coração da Amazônia. Veja o que ele disse quando esteve nos canteiros, no dia 23 de julho:

“Tive o privilégio de poder viajar pelo mundo, conhecer muitos lugares, muitas obras. Obras já prontas, aqui no Brasil também, e a gente fica encantado com o trabalho, ainda mais no meio de uma obra fantástica, que é Belo Monte. Parabéns a todos os brasileiros, todos aqueles que participam disso, que se entregam de corpo e alma no dia a dia. Às vezes, se sacrificam, ficam longe de seus familiares, mas o dia a dia deles é importante, não só pra mim, pra todos nós.”

  • Superar desafios sempre foi algo constante na vida do encanador Eduardo Barbosa, 57 anos. Pai de sete filhos, nascido e criado em Altamira, Eduardo aprendeu cedo a enfrentar os obstáculos que surgiam no caminho. “Eu nunca fui de fugir dos meus problemas. Pelo contrário, sempre encarei todos os desafios que apareciam na minha vida. E, mesmo com receio, seguia em frente com fé e muita força de vontade”, afirma. Ex-morador das margens de um igarapé que deságua no rio Xingu, ele relata que perdeu as contas das vezes que teve que abandonar a casa para fugir das enchentes provocadas pelas cheias do rio. “Todo o ano era a mesma coisa. Era só começar o período da chuva, que a minha casa e dos meus vizinhos ficavam submersas. Era uma tristeza ver aquilo. Mas eu nunca perdi a esperança que aqueles momentos ruins iriam acabar”. Além das dificuldades da moradia, Eduardo ainda enfrentou outro grande obstáculo: a amputação da perna esquerda por conta das complicações relacionadas à diabetes. “Quando eu soube que precisaria amputar a minha perna, eu pensei: está tudo perdido. Mas a minha fé foi mais forte. Encarei essa perda como um grande aprendizado. Tinha certeza que logo, logo, chegariam dias melhores”, relembra. E os dias melhores chegaram. Hoje, passado quase cinco anos do problema de saúde mais grave que teve, Eduardo reconhece que a vida mudou para melhor: “posso dizer que estou realizado. Moro em uma casa boa, longe de alagamento, ao lado do meu filho”. Ele e o filho estão entre as mais de mil famílias que atualmente moram no bairro Jatobá, um dos cinco construídos pela Norte Energia.
  • A Agência Nacional de Energia Elétrica afirmou que não houve erro no planejamento da licitação do segundo bipolo da UHE Belo Monte (PA, 11.233 MW) ante o cronograma de entrada em operação da usina. Ahidrelétrica deverá estar com todas as suas unidades de geração em operação no início de 2019 enquanto o segundo bipolo para o final de 2019. A infraestrutura para escoar a energia da maior usina 100% nacional já está pronta ou licitada e em construção e são as alternativas para que toda a geração seja colocada no mercado quando estiver sendo feita. O diretor da Aneel, José Jurhosa, admitiu que há uma diferença entre a previsão de entrada em operação da usina em construção no rio Xingu e a segunda linha leiloada nesta sexta-feira, 17 de julho. Contudo, a garantia física da usina não á atingida com todas as máquinas o que garante que a Norte Energia consiga escoar a energia contratada. Outro diretor presente à coletiva realizada após o leilão, André Pepitone, lembrou que a concatenação da linha e da usina não apresenta descompasso. Esse novo projeto vem para agregar confiabilidade e aumento da capacidade de escoamento para a região Sudeste. "Há a linha de 500 kV de Xingu, Tucuruí a Manaus, todo esse aparato já permite o escoamento da usina", afirmou Pepitone durante a coletiva de imprensa realizada após o leilão. Via Canal Energia
  • UHE Belo Monte - o desafio de construir a maior hidrelétrica 100% nacional no médio Xingu, coração da Amazônia, com responsabilidade social e ambiental. httpv://www.youtube.com/watch?v=Cu5iRpZJQjw&feature=youtu.be
  • O Centro de Estudos Ambientais (CEA) da Norte Energia é a base de operação para os 14 planos de conservação ambiental nas áreas de influência do reservatório. O local serve ainda para estreitar relações com as instituições de pesquisas parceiras, como Universidade Federal do Pará e Museu Paraense Emílio Goeldi. httpv://www.youtube.com/watch?v=EbwrRdMHCy0











© Desenvolvido por santafédigital. Uma empresa do grupo santafé.