en     pt
notícias > Norte Energia
Consórcio Construtor diploma profissionais em noite de festa em Altamira
Postado em 06/06/2011

Crédito: Vagney Santos

A primeira turma de alunos formados por meio dos cursos de capacitação profissional oferecidos pelo Programa Capacitar para Crescer, desenvolvido pelo Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) na região do Xingu, recebeu seus diplomas na noite da última quinta-feira (2/6), em cerimônia realizada em Altamira (PA).

Cento e dez formandos, entre eles 14 mulheres, voltaram para casa com o certificado emitido pelo Senai e aptos a ter acesso ao mercado de trabalho formal, inclusive concorrendo às vagas que estão sendo oferecidas pelo CCBM para o trabalho nas obras civis de Belo Monte.

A vitória individual de cada um dos 110 formandos começou com e execução do Hino Nacional Brasileiro. Formaram a mesa: o diretor de Suprimentos e Equipamentos da Construtora Andrade Gutierrez, Mário Humberto Marques, que representou o diretor de Projeto do Consórcio Construtor Belo Monte, Ricardo Muzzi; a prefeita de Altamira, Odileida Sampaio; o vereador Wellington José, representando a presidente da Câmara Municipal de Altamira, Mercês Costa; o diretor Socioambiental da Norte Energia, Antônio Coimbra; o diretor de Relações Institucionais da Norte Energia, João Pimentel; o presidente do Fórum Regional de Desenvolvimento Econômico e Socioambiental da Transamazônica e do Xingu (Fort Xingu), Vilmar Soares; e o diretor de Produção do Consórcio Construtor Belo Monte, Marco Túlio. Também estiveram presentes o superintendente de Assuntos Fundiários e Realocações da Norte Energia, Ronaldo Crusco; e o superintendente das Obras de Compensação da UHU Belo Monte, José Biagione.

O diretor Administrativo do CCBM, Marcos Sordi, fez uma apresentação do Programa Capacitar para Crescer, que está desenvolvendo os cursos de qualificação profissional na região do Xingu, inicialmente para pedreiros, carpinteiros, armadores, eletricistas em NR10 e operadres de máquinas pesadas. Em seguida, breves pronunciamentos marcaram a participação da prefeita de Altamira, Odileida Sampaio; do diretor Socioambiental da Norte Energia, Antônio Coimbra; e do diretor de Suprimentos e Equipamentos da Construtora Andrade Gutierrez, Mário Humberto Marques.

O diretor Socioambiental da Norte Energia, Antônio Coimbra, parabenizou os formandos e também o Consórcio Construtor Belo Monte, que, segundo ele, vem desenvolvendo o programa de capacitação profissional com muita competência. “É muito bom perceber a seriedade do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Consórcio Construtor, que por meio meio do programa de capacitação profissional está proporcionando essa grande oportunidade a tantos brasileiros”, disse Coimbra.

O diretor de Suprimentos e Equipamentos da Construtora Andrade Gutierrez, Mário Humberto Marques, destacou que o Consócio Construtor está na região não somente para construir uma hidrelétrica, mas principalmente para contribuir para a evolução da qualidade de vida do povo brasileiro. “Com a qualificação profissional, vocês podem ter absoluta certeza, suas vidas vão começar a mudar para melhor”, lembrou aos formandos.

A diplomação dos 110 profissionais foi realizada por meio da entrega de certificados do Senai a seis representantes dos pedreiros, armadores e carpinteiros ali presentes. O aluno Carlos Adriano Nunes, 34 anos, que concluiu o curso de carpinteiro e já foi contratado pelo CCBM, falou em nome de todos. “Não foi fácil chegar até aqui. Tivemos, todos, que ter muita vontade de vencer e perseverança. Estou muito feliz por já estar trabalhando para o Consórcio Construtor em Altamira, e espero encontrá-los em breve nos canteiros de obras para a construção de Belo Monte”, disse Adriano.

Confira imagens em nossa Galeria de Fotos.

1
comentários


Uma resposta para “Consórcio Construtor diploma profissionais em noite de festa em Altamira”

  1. aldiene peixoto disse:

    Lógico que para cada escolha existirá uma “renúncia”,sejamos grandiosos em afirmar que o benefício da construção da usina BELO MONTE beneficiará, e muito, a cidade de ALTAMIRA e seus moradores que há muito não vê a economia crescer por falta de oportunidades diversas que o município sempre passou; moro em macapá mas nasci em altamira e fico feliz em ver o desenvolvimento chegando junto da DEMOCRACIA.

  • O operador de motoniveladora Daniel Castro Souza Silva, 31 anos, não esconde o orgulho de trabalhar no canteiro de obras de Belo Monte. “Para mim isso é uma das maiores experiências que eu já tive na vida. Vou ter uma satisfação danada de contar para os meus filhos e netos que eu ajudei a construir uma das maiores hidrelétricas do mundo”, afirma.Natural da cidade de Novo Repartimento, no sudeste do Pará, Daniel chegou em Altamira no ano de 2014 e desde então não parou de acumular experiências profissionais. Técnico em segurança do trabalho, o operário revela que já fez diversos cursos de qualificação. A capacitação oferecida no canteiro de obras foi fundamental para ele mudar de função e ocupar um cargo que exerce atualmente. “Eu cheguei aqui como auxiliar operacional e graças aos cursos de qualificação, eu mudei de cargo e hoje trabalho como operador de motoniveladora. Um serviço que eu, particularmente, gosto muito de fazer”, conta o operário, que já faz planos para trabalhar em outra hidrelétrica.
  • A Norte Energia S.A, empresa responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica Belo Monte, em razão da citação do empreendimento em depoimento de delação premiada, vem uma vez mais prestar os seguintes esclarecimentos: A Norte Energia S.A venceu o leilão público, realizado em 20 de abril de 2010, para construção e operação da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A proposta vencedora para o leilão foi de R$ 77,97 por MW/h em valores da época, proposta que contempla 70% da energia a ser gerada por Belo Monte. Outros 10% da energia a ser gerada também têm preços previamente estabelecidos e se destinam a autoprodutores. Ressalte-se que a proposta ofertada pela Norte Energia apresentava um deságio de 6% em relação à tarifa-teto definida para o leilão, de R$ 83,00, que fora referendada pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A Norte Energia não tem nenhuma empresa ligada ao ramo da construção civil entre seus acionistas. Os acionistas da Norte Energia são o grupo Eletrobrás, (além da Eletrobrás, Chesf e Eletronorte), Fundos de Previdência Complementar Petros e Funcef; Neoenergia; Cemig: Aliança Norte Energia (Vale e Cemig); Sinobrás, e J. Malucelli Energia. A empresa adota padrões rigorosos de gestão e implementa constantes controles e melhorias em seus processos. Contratos e pagamentos passam por criteriosa análise de auditores internos e a empresa se submete a auditorias periódicas de auditores independentes e dos agentes financeiros da UHE Belo Monte. Ressalte-se que todos os relatórios da empresa publicados até agora foram aprovados sem ressalvas. Além das normas internas de gestão e de conduta, o valor da tarifa vencedora do leilão serve de fator balizador dos investimentos necessários para a construção da UHE Belo Monte. Considerando que a proposta vencedora não é passível de reajuste, somente de correção monetária para atualização do valor ofertado, se aquele teto não for observado para os investimentos, o empreendimento certamente se inviabiliza. Com praticamente todas as obras civis concluídas e a totalidade dos equipamentos adquiridos, o orçamento da UHE Belo Monte segue rigorosamente dentro do previsto. Além da arrojada obra de engenharia que representa Belo Monte, o empreendimento propiciou também uma significativa melhoria da qualidade de vida para os cinco municípios da Área de Influência Direta de Belo Monte. Juntos, receberam cerca de R$ 3,7 bilhões de investimentos, em valores atualizados, nas áreas de educação, saúde, habitação, saneamento e segurança pública, dentre outros. O mesmo ocorre com 34 aldeias indígenas da região, que recebem investimentos para construção de casas, casas de farinha, unidades básicas de saúde, escolas, sistemas de água tratada e campos de pouso, dentre outros. Neste momento, a empresa está em fase final de testes para pôr em operação sua primeira turbina, iniciando a geração comercial de Belo Monte, um marco incontestável para a engenharia brasileira. Finalmente, a Norte Energia S.A lamenta que há dois anos a construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte vem sendo citada em notícias levianas sem apresentar provas ou provada sequer uma evidência de irregularidades na execução da obra. NORTE ENERGIA S.A
  • O olhar de surpresa da colaboradora da Norte Energia, Luciana Costa, ao ver pela primeira vez o canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte revela o quanto ela ficou encantada com o tamanho e a complexidade do empreendimento. Analista de projetos da Superintendência de Assuntos Indígenas (SAI) da empresa, a funcionária aproveitou a visita promovida pelo Projeto Conheça Belo Monte, no último sábado, 27/02, para ver de perto a obra que há tempos sonhava em conhecer.Apesar de já trabalhar a sete meses na concessionária responsável pela construção e operação da maior hidrelétrica 100% nacional do país, Luciana ainda não tinha visto de perto as obras do empreendimento. “É uma obra de engenharia espetacular. Não tem como não ficar seduzida. Uma coisa é você ler ou ver fotos e vídeos sobre o projeto. Outra coisa é acompanhar isso de perto, ao vivo. É encantador”, afirma. Durante as quase cinco horas de excursão destinada exclusivamente aos colaboradores da Norte Energia, a funcionária aproveitou para tirar dúvidas com os monitores do projeto e registrar todos os momentos do passeio. “Ter a oportunidade de acompanhar a construção dessa obra é um privilégio. Por isso faço questão de fazer foto de tudo. Quero falar para os meus filhos e netos que eu também ajudei a construir essa história”.  
  • De olho na tela do celular, James Carvalho, 25 anos, acompanha as notícias sobre Belo Monte na página do empreendimento no Facebook. “O fato de ter essas notícias na palma da mão facilita muito mais o nosso tempo”, conta o estudante, morador do município de Carnaíba, em Pernambuco.James afirma que faz questão de comentar e compartilhar as postagens. “Sou do tipo de seguidor que participa, pergunta. Acho importante não apenas receber a informação, mas ter contato mais direto com o empreendimento”, afirma o jovem que já apresentou trabalhos sobre a UHE na escola. Assim como ele, milhares de pessoas têm procurado as redes sociais da Norte Energia para acessar informações da empresa. Apenas nos últimos seis meses foi registrada a adesão de mais 5 mil novos seguidores no Facebook e mais de 11 mil visualizações no canal do Yotube. A procura por informações sobre a usina nas outras plataformas digitais da empresa também tem crescido. No ultimo semestre o blog Belo Monte registrou 103 mil visitas e o site Norte Energia, 9 mil visualizações. As informações sobre a Usina Hidrelétrica instalada no Rio Xingu podem ser acompanhadas nas plataformas com os endereços listados na home deste Informe Digital.
  • Quem acompanha Belo Monte pelas redes sociais tem notado a ampla repercussão da campanha “Eu faço parte dessa história”, iniciativa da Norte Energia para mostrar quem constrói a maior hidrelétrica 100% nacional do país. Criada em 2011, a campanha ganha cada vez mais adesão dos trabalhadores do empreendimento, que enviam fotos e mensagens contado suas histórias na obra.“Eu me sinto muito orgulhosa de fazer parte dessa obra grandiosa”, diz a soldadora Thaise Almeida, natural de Belém do Pará. A história da soldadora é compartilhada com a auxiliar administrativa Maria Ribeiro, de Itapebi na Bahia. “Cheguei em Belo Monte em agosto de 2014. E desde então, só coisas boas estão acontecendo. Estou sendo reconhecida profissionalmente”, comenta. “Belo Monte tem sido uma oportunidade para realizações de sonhos. Alcancei várias metas”, também diz o motorista de ambulância, Alan Lima Mendes, trabalhador no empreendimento há dois anos. Os colaboradores de Belo Monte podem enviar suas histórias e fotos por mensagem direta na página da UHE Belo Monte com a hastag #EuFaçoParteDessaHistória.
  • A Norte Energia S.A através de Termo de Referência contrata empresa ou instituição de direito público ou privado, especializada na Gestão, Consultoria e Execução de Projetos, visando dar continuidade  e consecução de todos os Projetos aprovados no âmbito do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu – PDRSX . Para acessar o TERMO DE REFERENCIA e enviar sua proposta click AQUI.  
  • https://www.youtube.com/watch?v=WLn-m_3rNcY
  • https://www.youtube.com/watch?v=g6biOAQoGcg
  • https://www.youtube.com/watch?v=q4ygUu4zYFY
  • https://www.youtube.com/watch?v=HbJjl17QNSY











© Desenvolvido por santafédigital. Uma empresa do grupo santafé.