Desenvolvimento Social
Reforço à assistência social em Altamira
Desenvolvimento Social
Postado em 29.08.2014
Seminário realizado em Altamira discutiu os desafios do Sistema Único de Assistência Social na região Norte (Credito: Norte Energia)

Seminário realizado em Altamira discutiu os desafios do Sistema Único de Assistência Social na região Norte (Credito: Norte Energia)

O apoio √† estrutura√ß√£o e amplia√ß√£o da oferta de servi√ßos de assist√™ncia social realizado pela Norte Energia em Altamira √© uma a√ß√£o inovadora no Brasil. A conclus√£o √© do doutor em Ci√™ncia Pol√≠tica Edval Bernardino Campos, que esteve esta semana em Altamira para participar do semin√°rio ‚ÄúO SUAS (Sistema √önico de Assist√™ncia Social) na Regi√£o Norte: Desafios e Potencialidades‚ÄĚ. O encontro foi realizado pela Secretaria Municipal de Trabalho e Promo√ß√£o Social (Semuts), em parceria com a Norte Energia.

‚ÄúAqui existe uma a√ß√£o mais organizada, mais preparada. Em compara√ß√£o com experi√™ncias anteriores, h√° um cuidado maior tanto com as quest√Ķes ambientais como com as quest√Ķes sociais‚ÄĚ, explica Edval Bernardino. Ele lembra que obras de grande porte, como a da Usina Hidrel√©trica Belo Monte, geralmente resultam em demanda por servi√ßos maior do que o munic√≠pio comporta. ‚ÄúSe o empreendimento se organiza preventivamente junto com os gestores da mesorregi√£o, os impactos s√£o muito menores. E isso, para uma popula√ß√£o que vivia sem saneamento, √°gua e coleta de lixo √© um marco muito importante‚ÄĚ, compara.

 

Professor Edval Bernardino: "Aqui existe uma ação mais organizada" (Crédito: Norte Energia)

Professor Edval Bernardino: “Aqui existe uma a√ß√£o mais organizada” (Cr√©dito: Norte Energia)

O Semin√°rio teve como objetivos esclarecer d√ļvidas e apresentar informa√ß√Ķes sobre o SUAS no munic√≠pio. A secret√°ria de Promo√ß√£o Social da Prefeitura de Altamira, Rute Barros, definiu o encontro como ‚Äúa ocasi√£o perfeita para conhecer melhor o SUAS e pol√≠ticas adequadas √† nossa regi√£o‚ÄĚ.

Como parte do Plano de Atendimento √† Popula√ß√£o Atingida, do Projeto B√°sico Ambiental (PBA) da UHE Belo Monte, a Norte Energia apoia atividades de assist√™ncia social por meio de conv√™nios com as prefeituras de Altamira e Vit√≥ria do Xingu. A Empresa ajudou a estruturar os N√ļcleos de Atendimento Social e Psicol√≥gico √†s Comunidades Interferidas e ao Migrante em Altamira e na comunidade de Belo Monte, que conta com um Ponto de Apoio em Vit√≥ria do Xingu. Cada n√ļcleo possui central de triagem, atendimento social, √°rea de conviv√™ncia, atendimento e acolhimento do migrante, por meio do qual √© oferecida hospedagem, kit b√°sico de higiene, alimenta√ß√£o e passagem de retorno ao local de origem.

Desde junho de 2012, as equipes de profissionais dos N√ļcleos realizaram mais de 3 mil atendimentos, com 1.397 pessoas atendidas e 1.621 encaminhamentos √† rede p√ļblica. A Norte Energia tamb√©m capacita servidores municipais para realizar os servi√ßos e custeia as despesas para o funcionamento dos N√ļcleos. O atendimento nos n√ļcleos √© di√°rio e em regime de plant√£o aos domingos e feriados. ‚ÄúA parceria com as prefeituras municipais complementa as a√ß√Ķes √†s fam√≠lias que necessitam de apoio. √Č fundamental que elas tenham orienta√ß√£o e o atendimento necess√°rio‚ÄĚ, afirma Maria Concei√ß√£o Pessoa, coordenadora de Projetos Sociais da Norte Energia.

Leia também: Cadastro Único nos novos bairros de Altamira

Capacitação e integração no Jatobá

Consciência ambiental e solidariedade no Jatobá

Educação ambiental no novo bairro São Joaquim

Norte Energia reforça estrutura de atendimento psicossocial em Altamira

Norte Energia entrega N√ļcleo de Atendimento Psicossocial em Belo Monte

 

  • As cheias hist√≥ricas do rio Xingu j√° fazem parte do passado para Jos√©, 73 anos, e Benedita Cardoso, 45 anos. Depois de 25 anos na regi√£o da Rodovia Ernesto Acioly, eles agora vivem na seguran√ßa da terra firme do Jatob√°, um dos cinco novos bairros de Altamira que est√£o sendo constru√≠dos pela Norte Energia como parte das condicionantes ambientais da Usina Hidrel√©trica Belo Monte. ‚ÄúSofremos muito. A maior preocupa√ß√£o era sempre com as crian√ßas‚ÄĚ, relembra Benedita. A mudan√ßa significa mais conforto para os Cardoso. A fam√≠lia recebeu cinco casas, todas localizadas na Rua G do Jatob√°: uma para Jos√© e Benedita e uma para cada um dos filhos: Francisco, 31 anos; Fagno, 30; F√°bia, 24; e Fabiane, 23 anos. O quinto filho, o ca√ßula F√°bio, de 20 anos, que iria morar com os pais, morreu h√° dois meses. ‚ÄúEle viria morar com a gente. Agora √© hora de tentar superar‚ÄĚ, conforma-se dona Benedita. Para a fam√≠lia Cardoso, o bairro Jatob√°, com infraestrutura completa e casas seguras, significa uma nova vida. ‚ÄúGanhar uma casa √© o sonho de todo mundo. Estou muito feliz e, agora, √© s√≥ olhar pra frente e batalhar pelo melhor pra mim e pra minha fam√≠lia‚ÄĚ, afirma Fagno. ‚ÄúAqui estamos bem de frente a uma pra√ßa que vai ser constru√≠da‚ÄĚ, diz a auxiliar administrativa F√°bia, j√° antevendo um local para o filho Vinicius, de 7 anos, brincar. ‚ÄúA casa tem mais espa√ßo‚ÄĚ, compara F√°bia, casada com Joad Costa. Os dois trabalham na UHE Belo Monte. ‚ÄúVai dar at√© para ter m√≥veis bons‚ÄĚ, ressalta Fabiane, gr√°vida de oito meses. O marido, Diekson Silva, 27 anos, concorda: ‚ÄúQuando soube que ia ganhar uma casa, comprei duas bicicletas pros meus filhos curtirem a tranquilidade da nossa nova casa‚ÄĚ.
  • Dieckson Silva de Souza, 22 anos, quer uma menina. Quando olha a barriga da mulher Fabiane Cardoso, 23 anos, conta que, depois de duas ultrassonografias e oito meses de gravidez, o casal ainda n√£o sabe o sexo do beb√™. Mas, intui: em casa tem dois meninos, do primeiro casamento dele, e uma menina. O certo √© chegar mais uma bebezinha para dividir com justi√ßa os quartos da nova casa, no bairro Jatob√°. ‚ÄúFica dois meninos e duas meninas em cada quarto. E a gente no nosso.‚ÄĚ Pedreiro de profiss√£o, Dieckson √© um raridade em Altamira: um profissional da constru√ß√£o civil que optou por trabalhar como aut√īnomo - a maioria est√° empregada direta ou indiretamente nas obras da Usina Hidrel√©trica Belo Monte. ‚ÄúAgora tem muito trabalho. Nunca estou parado, meu servi√ßo √© de qualidade‚ÄĚ, conta, tranquilo, sem parecer imodesto. A habilidade com cimento, tijolos, concreto e funda√ß√Ķes foi repassada pelo pai. E √© com essa autoridade e experi√™ncia que ele fala sobre sua nova moradia. ‚ÄúMuita gente disse que essas casas n√£o prestavam, que era fr√°gil. Eu sou pedreiro, sei do que estou falando. Essas casas s√£o de qualidade, arma√ß√£o bem feita, telhado, tudo. N√£o tem o que reclamar‚ÄĚ. Dieckson fala com sinceridade sobre o passado. Diz que vai sentir falta dos com√©rcios, farm√°cias e a√ßougues de perto da Rodovia Ernesto Acioly, onde ele morava em uma vila de casas tendo como vizinhos a sogra, o sogro e os cunhados. ‚ÄúMas tamb√©m para por a√≠. Ali era um barulho direto. Tinha boates que ficavam fazendo festa at√© duas da manh√£. Quando chovia, o lixo vinha para nossa porta. As crian√ßas ficavam sem poder brincar tamb√©m por causa do tr√Ęnsito‚ÄĚ. Por isso, ao se mudar para o Jatob√°, no √ļltimo dia 22 de agosto, Dieckson tomou a primeira provid√™ncia para marcar sua chegada √† nova casa: comprou duas bicicletas para os meninos. ‚ÄúAgora eles v√£o ter onde brincar sem que a gente se preocupe tanto‚ÄĚ. Fabiane sorri, segurando a barriga e olhando o marido. ‚ÄúEu acho que √© menino, mas todo mundo diz que √© menina‚ÄĚ, ela retoma a conversa enquanto tenta organizar sof√°s, camas, fog√£o, geladeira, cadeiras, sa√≠dos do caminh√£o de mudan√ßa. A casa de Dieckson e Fabiane na Rua G, do Jatob√°, √© parte das 4,1 mil que a Norte Energia est√° construindo nos cinco novos bairros de Altamira como parte das condicionantes ambientais da UHE Belo Monte. O novo bairro, com infraestrutura completa, ter√° 1.235 resid√™ncias. Com 63 metros quadrados (m¬≤) de √°rea constru√≠da e em um terreno de 300 m¬≤, as casas t√™m tr√™s quartos, sala, cozinha e dois banheiros. Leia tamb√©m: Uma casa para toda a vida.¬†
  • A campanha ‚ÄúSaneamento √© sa√ļde‚ÄĚ desta semana destaca que as obras de instala√ß√£o das redes de √°gua e esgoto na avenida Djalma Dutra ser√£o realizadas ap√≥s o dia 15 de setembro. A data foi estabelecida a pedido da Associa√ß√£o Comercial, Industrial e Agropastoril de Altamira (Aciapa) e tem como objetivo reduzir a altera√ß√£o na rotina na √°rea central de Altamira. Nesta semana, os trabalhos ser√£o conclu√≠dos na rua Sete de Setembro e adjac√™ncias. A campanha, promovida pela Norte Energia em parceria com Cosanpa e Prefeitura de Altamira, leva √† popula√ß√£o informa√ß√Ķes sobre as obras de saneamento no centro da cidade. Como parte do Projeto B√°sico Ambiental da UHE Belo Monte, a Norte Energia est√° instalando em Altamira 220 quil√īmetros de tubula√ß√Ķes de esgoto e 13 esta√ß√Ķes elevat√≥rias, al√©m de uma Esta√ß√£o de Tratamento (ETE) no bairro Recreio, que tratar√° os efluentes para devolv√™-los como √°gua limpa para o rio Xingu, sem qualquer preju√≠zo √† natureza. Tamb√©m est√£o sendo instalados 170 quil√īmetros de redes de √°gua, uma Esta√ß√£o de Capta√ß√£o, uma Esta√ß√£o de Tratamento e oito reservat√≥rios com capacidade para armazenar oito milh√Ķes de litros de √°gua tratada. Confira onde as obras de saneamento ser√£o realizadas entre os dias 25 e 30 de agosto: - Travessa Agr√°rio Cavalcante, entre as ruas Magalh√£es Barata e Sete de Setembro e no trecho ente Rua Anchieta e Segunda Alameda; - Travessa Pedro Gomes, entre a Rua Sete de Setembro e Avenida Djalma Dutra; - Travessa Comandante Castilho, entre as ruas Magalh√£es Barata e Sete de Setembro; - Alameda Segunda, entre as travessas Pedro Gomes e Agr√°rio Cavalcante; - Rua Anchieta, entre as travessas Pedro Gomes e Agr√°rio Cavalcante; - Avenida Perimetral, entre as travessas Agr√°rio Cavalcante e Dez de Novembro. httpv://www.youtube.com/watch?v=rQtY_HimdjU
  • A campanha de comunica√ß√£o ‚ÄúSaneamento √© Sa√ļde‚ÄĚ, realizada pela Norte Energia, Prefeitura Municipal de Altamira e Cosanpa, informa que as obras na Rua Sete de Setembro, principal via do com√©rcio da cidade, est√£o em fase de conclus√£o. ¬†A parte de escava√ß√£o e instala√ß√£o de tubula√ß√Ķes praticamente est√° finalizada e, nesta semana, as faixas de asfalto retiradas para o trabalho ser√£o recolocadas. Condicionante da Hidrel√©trica Belo Monte,¬†o¬†saneamento b√°sico¬†vai melhorar as condi√ß√Ķes de sa√ļde e universalizar¬†o acesso √† √°gua tratada nas √°reas urbanas do munic√≠pio. O sistema consiste na instala√ß√£o de¬†220 quil√īmetros de rede e 13 esta√ß√Ķes elevat√≥rias que v√£o receber o esgoto e envi√°-lo √† Esta√ß√£o de Tratamento (ETE) no bairro Recreio, onde os efluentes ser√£o tratados e transformados em √°gua limpa. A √°gua transparente ser√° direcionada ao rio Xingu, sem qualquer preju√≠zo para a natureza. O saneamento para Altamira √© refor√ßado pela instala√ß√£o de 170 quil√īmetros de tubula√ß√£o de √°gua tratada na cidade. Este sistema tamb√©m conta com uma Esta√ß√£o de Capta√ß√£o, uma Esta√ß√£o de Tratamento de √Āgua e oito reservat√≥rios com capacidade para armazenar oito milh√Ķes de litros. httpv://www.youtube.com/watch?v=7nLpu-gzJrc&feature=youtu.be Confira onde as obras de saneamento acontecem entre os dias 19 e 23 de agosto. Rua Sete de Setembro, entre a Travessa Pedro Gomes e a Travessa Coronel Tancredo. Travessa Pedro Gomes, entre as Ruas Sete de Setembro e Avenida Djalma Dutra. Travessa Agr√°rio Cavalcante, entre as ruas Magalh√£es Barata e Primeiro de Janeiro. Travessa Coronel Tancredo, entre as ruas Magalh√£es Barata e Sete de Setembro. Travessa Paula Marques, entre as ruas Primeiro de Janeiro e Magalh√£es Barata. Travessa Lindolfo Aranha, entre a Rua Sete de Setembro e a Avenida Djalma Dutra. Rua Anchieta, entre as travessas Coronel Tancredo e Dez de Novembro. Alameda Segunda, entre as travessas Pedro Gomes e Agr√°rio Cavalcante. Pista da direita da Avenida Perimentral, entre as travessas Agr√°rio Cavalcante e Dez de Novembro.











© Desenvolvido por santafédigital. Uma empresa do grupo santafé.