Obras
Especialista desautoriza uso de seu estudo por grupos contr√°rios a Belo Monte
Obras
Postado em 15.08.2014

O PHD em engenharia civil e ambiental da Universidade de Illinois, professor Marcelo H Garcia, criticou em carta o uso indevido e distorcido de sua pesquisa por grupos contr√°rios √† Usina Hidrel√©trica Belo Monte. Em palestra realizada no Texas, o professor falou justamente sobre as inova√ß√Ķes da engenharia de constru√ß√£o aplicadas nas obras. Contudo, seu estudo foi usado para atacar o projeto do canal de deriva√ß√£o da usina. O engenheiro n√£o citou nomes, mas sua atitude foi tomada ap√≥s saber que a palestra foi citada em manifesto enviado √† Ag√™ncia Nacional de Energia El√©trica (Aneel) por entidades que ainda esperam parar as obras de Belo Monte.

Em carta enviada √† Norte Energia o engenheiro diz que o projeto do Canal representa o ‚Äúestado da arte nesse tipo de empreendimento‚ÄĚ. Garcia foi um dos especialistas que se reuniram no simp√≥sio “Quest√Ķes atuais de Gest√£o de Bacias Hidrogr√°ficas no Brasil: Uma Vis√£o Geral das necessidades e aplica√ß√Ķes de pesquisas sobre Rios e Recursos H√≠dricos‚ÄĚ. Realizado em abril deste ano, o evento foi ¬†organizado pelo Instituto de Estudos Latino-Americanos LLILAS Benson e pelo Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Universidade do Texas (Austin).

Em sua apresenta√ß√£o, Garcia validou o grande desafio de engenharia que Belo Monte representa. Um dos aspectos da obra, um marco em diversos sentidos, foi analisado por ele na apresenta√ß√£o “Canal de Deriva√ß√£o de Belo Monte: Estabilidade da Rocha ao transportar 14.000 m3/s‚ÄĚ, direcionada ao p√ļblico acad√™mico.

Ao tomar conhecimento de que sua an√°lise estava sendo distorcida, o professor e consultor de engenharia escreveu a carta na qual reiterou: “eu acredito que o Canal de Deriva√ß√£o de Belo Monte vai funcionar t√£o bem quanto esperado, segundo as recomenda√ß√Ķes resultantes das an√°lises de hidr√°ulica de canais abertos e da estabilidade da rocha, que realizei com meu grupo de pesquisa da Universidade de Illinois‚ÄĚ.

O documento abaixo, escrito em inglês e traduzido para o português, é mais uma comprovação de que os mitos que se espalham sobre o empreendimento devem ser combatidos com dados e fatos bem embasados.

Leia a carta na íntegra, em português, AQUI.

Leia a carta na versão original, em inglês, AQUI.

  • Uma obra que vai usar concreto suficiente para construir 48 est√°dios do Maracan√£ e um volume de a√ßo que daria para erguer 16 torres Eiffel. Quatro canteiros distribu√≠dos num raio de cerca de 60 quil√īmetros, mais de 20 mil homens e mulheres trabalhando dia e noite. Sessenta milh√Ķes de brasileiros beneficiados com a gera√ß√£o de 11.233,1 MW de energia. S√£o dados surpreendentes da Usina Hidrel√©trica Belo Monte que agu√ßam a curiosidade de muita gente.¬† Para saciar essa sede de conhecimento, a Norte Energia criou o Projeto ‚ÄúConhe√ßa Belo Monte‚ÄĚ, que abre as portas da usina para quem quiser ver de perto a realiza√ß√£o de um dos maiores feitos da Engenharia brasileira.O ‚ÄúConhe√ßa Belo Monte‚ÄĚ j√° come√ßou e o passeio pela obra impressionou alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental ‚ÄúAnt√īnio Gondim Lins‚ÄĚ. ¬†Os visitantes passaram pelos s√≠tios Belo Monte, Pimental, Canais e Diques e puderam ver de perto os avan√ßos na concretagem e¬†na montagem de pe√ßas eletromec√Ęnicas gigantes. Meninos e meninas tamb√©m foram ao Centro de Estudos Ambientais para entender como a¬†Hidrel√©trica¬†preserva a fauna e a flora e ajuda a Ci√™ncia a compreender melhor a Amaz√īnia. Quem esteve na primeira visita guiada ganhou conhecimento e argumentos para falar com propriedade sobre a Usina. ‚ÄúA obra de Belo Monte veio para mudar positivamente a realidade da minha cidade, e isso tem mudado a vida da popula√ß√£o‚ÄĚ, afirmou Gerson Marques, 14 anos. Karina dos Santos, 13 anos, ficou atenta a apresenta√ß√£o do empreendimento no Centro de Apoio ao Visitante (CAV), em Belo Monte. ‚ÄúEstou anotando todas as informa√ß√Ķes.‚ÄĚ Os interessados em agendar visitas pelo ‚ÄúConhe√ßa Belo Monte‚ÄĚ devem mandar e-mail para¬†conhecabelomonte@norteenergiasa.com.br¬†ou pelo telefone¬†(93) 8809-2062. Leia mais: ‚ÄúConhe√ßa Belo Monte‚ÄĚ recebe estudantes de Altamira
  • O cronograma da¬†Hidrel√©trica¬†Belo Monte √© marcado por fatos que simbolizam o avan√ßo das obras. Nesta segunda-feira, a Norte Energia come√ßou a montar as Comportas Segmentos do vertedouro do S√≠tio Pimental, onde ser√° instalada a Casa de For√ßa Complementar do empreendimento. Ao mesmo tempo, quatro carretas especiais seguiam seu caminho de cerca de 2 mil quil√īmetros entre Taubat√© (SP) e Bel√©m (PA) com os seguimentos¬†da¬†carca√ßa do¬†estator da primeira unidade geradora do S√≠tio Belo Monte.¬†E essa carca√ßa¬†representa um outro marco: o in√≠cio da montagem da parte el√©trica da unidade geradora, onde acontecer√° o principio da convers√£o da energia mec√Ęnica em energia el√©trica. Assim avan√ßa Belo Monte, para gerar energia limpa e renov√°vel¬†aos brasileiros. Leia tamb√©m: Come√ßa montagem das comportas do vertedouro do S√≠tio Pimental  
  • A engenharia brasileira √© refer√™ncia mundial na constru√ß√£o de hidrel√©tricas de grande porte. A Usina Hidrel√©trica Belo Monte est√° refor√ßando esta tradi√ß√£o. Um dos legados do empreendimento √© o controle por GPS das l√Ęminas de m√°quinas utilizadas, por exemplo, em escava√ß√Ķes e cortes de taludes. ‚ÄúO programa de computador baseado em coordenadas faz o servi√ßo, o que reduz o prazo de execu√ß√£o de obras. O operador da m√°quina n√£o erra nem se quiser‚ÄĚ, explica o diretor de constru√ß√£o da Norte Energia, Ant√īnio Kelson Elias Filho. A nova tecnologia contribui para o r√°pido avan√ßo das obras do Canal de Deriva√ß√£o (foto), de 20 quil√īmetros, que vai levar a √°gua do rio Xingu √†s turbinas da Casa de For√ßa do S√≠tio Belo Monte.
  • httpv://www.youtube.com/watch?v=EDJ-hlDtEio As obras de saneamento em Altamira entram em ritmo acelerado no Centro da cidade. Para manter a popula√ß√£o informada, a Norte Energia inicia nesta segunda-feira (19/5) uma ampla campanha de informa√ß√£o sobre os locais onde ser√£o realizados trabalhos de instala√ß√£o de redes de esgoto e √°gua pot√°vel. A campanha ‚ÄúSaneamento √© sa√ļde‚ÄĚ, desenvolvida com a Prefeitura de Altamira, vai informar diariamente a popula√ß√£o com inser√ß√Ķes em emissoras de televis√£o e r√°dio, al√©m de panfletos, cartazes e outdoors. Tamb√©m ser√° prestada orienta√ß√£o direta em tendas instaladas em pontos do Centro da cidade. A campanha tamb√©m esclarecer√° sobre a import√Ęncia do tratamento de esgoto e oferta de √°gua pot√°vel para a sa√ļde da popula√ß√£o e a preserva√ß√£o do rio Xingu. O esgoto, hoje, √© despejado diretamente no Xingu, poluindo o rio. Com a instala√ß√£o da rede, ele ser√° levado por 13 esta√ß√Ķes elevat√≥rias √† esta√ß√£o de tratamento na Rodovia Ernesto Aciolly. ‚ÄúApenas 3% das cidades brasileiras ter√£o um sistema de esgoto t√£o completo e moderno como Altamira‚ÄĚ, destaca o engenheiro Luiz Eust√°quio, respons√°vel pelas obras realizadas pela Gel Engenharia. A √°gua ser√° captada diretamente do rio Xingu e levada para esta√ß√£o de tratamento, de onde ser√° distribu√≠da para oito reservat√≥rios constru√≠dos pela Norte Energia. O sistema tamb√©m conta com seis esta√ß√Ķes elevat√≥rias e seis adutoras. Em Altamira, ser√£o instalados 220 km de rede de esgoto e 170 km de tubula√ß√Ķes de √°gua pot√°vel. J√° foram conclu√≠das das obras 65% de saneamento e 69% das de √°gua pot√°vel. A Norte Energia j√° destinou¬†ou tem contratado investimentos¬†da ordem de R$ 820 milh√Ķes¬†para as obras que fazem parte do Projeto B√°sico Ambiental (PBA) da Usina Hidrel√©trica Belo Monte.¬†DI√ĀLOGO A campanha que ser√° lan√ßada nesta segunda-feira refor√ßa o di√°logo da Norte Energia com a popula√ß√£o de Altamira. Na quinta-feira (15/5), o superintende de¬†Rela√ß√Ķes¬†Institucionais, Jos√© Ramos Filho, e o gerente de Obras do Entorno da Norte Energia, Danilo Queiroz participaram deuma reuni√£o p√ļblica¬†na C√Ęmara Municipal que tratou das obras. ‚ÄúQueremos a ajuda da popula√ß√£o para fazer este importante trabalho que vai garantir sa√ļde e um futuro melhor a todos‚ÄĚ, ressaltou Jos√© Ramos. ‚ÄúAs obras s√£o tempor√°rias, mas os benef√≠cios para a popula√ß√£o ser√£o permanentes‚ÄĚ, lembrou Danilo Queiroz. Nos dias 9 e 12 de maio, a Norte Energia se reuniu com representantes dos Sindicatos, da Associa√ß√£o e da Cooperativa dos mototaxistas, sindicatos e Cooperativa dos taxistas e Associa√ß√£o do Comercio, Ind√ļstria e Agropecu√°ria de Altamira (Aciapa) tamb√©m para tratar sobre as obras de saneamento a ser realizadas na √°rea¬†central¬†de Altamira. Saiba onde as obras de saneamento ser√£o realizadas de 19 a 25 de maio no Centro de Altamira Travessa Pedro Gomes, no trecho da Rua Coronel Jos√© Porf√≠rio e Avenida Jo√£o Pessoa Travessa Dez de Novembro, no trecho da Rua Coronel Jos√© Porf√≠rio e Avenida Jo√£o Pessoa Rua Luiz N√© da Silva, no trecho Travessa Dez de Novembro/Travessa Agr√°rio Cavalcante Rua Governador Magalh√£es Barata, no trecho Travessa Agr√°rio Cavalcante/Travessa Lindolfo Aranha Travessa Agr√°rio Cavalcante, no trecho Rua 1¬ļ de Janeiro/Rua Coronel Jos√© Porf√≠rio Avenida Jo√£o Pessoa, no trecho Travessa Agr√°rio Cavalcante/Travessa 10 de Novembro Travessa Lindolfo Aranha, no trecho Rua Manoel Umbuzeiro/Rua Anchieta Rua 1¬ļ de Janeiro, no trecho Travessa Pedro Gomes/Travessa Agr√°rio Cavalcante Avenida Jo√£o Pessoa, no trecho Travessa Comandante Castilho/Travessa Lindolfo Aranha Travessa Pedro Gomes, no trecho Rua Coronel Jos√© Porf√≠rio/Avenida Jo√£o Pessoa Travessa Dez de Novembro ‚Äď Rua Coronel Jos√© Porf√≠rio/Avenida Jo√£o Pessoa Travessa Lindolfo Aranha, no trecho Rua Coronel Jos√© Porf√≠rio/Avenida Jo√£o Pessoa Rua 1¬ļ de Janeiro, no trecho Travessa Agr√°rio Cavalcante/Travessa Dez de Novembro Rua 1¬ļ de Janeiro, no trecho Rua Sete de Setembro/Travessa Paulo Marques Rua 1¬į de Janeiro, nos trechos entre Travessa Pedro Gomes e Rua Agr√°rio Cavalcante, Lindolfo Aranha e Comandante Castilho e entre Rua Paula Marques e Coronel Gaioso.
  • O presidente da Norte Energia, Duilio Diniz de Figueiredo, esteve na tarde desta quarta-feira (07.08), em Bel√©m, com os integrantes da Comiss√£o Especial de Acompanhamento das Obras da UHE Belo Monte, instalada pela Assembleia Legislativa do Par√° (Alepa). O presidente estava acompanhado dos diretores de Constru√ß√£o, Ant√īnio Kelson e Socioambiental, Jo√£o dos Reis Pimentel. O encontro √© resultado do convite da comiss√£o presidida pelo deputado Martinho Carmona (PMDB) e composta pelos deputados Jos√© Megale (PSDB), Raimundo Santos (PEN), Airton Faleiro (PT), Eliel Faustino (PR) e Parsifal Pontes (PMDB). Na oportunidade, a diretoria da Norte Energia apresentou a parte institucional do empreendimento; as obras das condicionantes e as destinadas a promover o desenvolvimento regional e garantir os benef√≠cios da constru√ß√£o de Belo Monte para a regi√£o do Xingu e da Transamaz√īnica; e o ¬†andamento de atividades nos canteiros de obras da UHE Belo Monte. ‚ÄúSempre que pedimos informa√ß√Ķes, a Norte Energia tem sido r√°pida e cortez, sem jamais sonegar informa√ß√Ķes. Agradecemos a presen√ßa de todos e agora nos cabe mostrar √† sociedade que a empresa al√©m de s√©ria est√° correspondendo √†s nossas expectativas‚ÄĚ, disse o presidente da Comiss√£o, deputado Martinho Carmona. O presidente Du√≠lio agradeceu o convite da Assembleia e destacou que a Norte Energia est√° muita satisfeita em mais uma vez poder estar presente na Alepa.‚ÄúNa nossa apresenta√ß√£o trouxemos todas as informa√ß√Ķes da obras e das condicionantes e estamos sempre abertos para atender a Comiss√£o no que for necess√°rio. Estamos √† disposi√ß√£o em Bras√≠lia e Altamira‚ÄĚ. A√ß√Ķes na regi√£o do Xingu Entre as a√ß√Ķes apresentadas aos parlamentares est√° a aquisi√ß√£o de cinco √°reas, dentro da malha urbana de Altamira para a constru√ß√£o dos Novos Bairros que receber√£o fam√≠lias que hoje vivem nos igarap√©s da cidade. O compromisso da Norte Energia √© prover toda a infraestrutura de saneamento e equipamentos comunit√°rios para o reassentamento dos moradores em 4.100 casas. As moradias ter√£o 63 m¬≤ cada, em um lote de 300 m¬≤, sendo oferecida a op√ß√£o de unidades equipadas para receber pessoas com defici√™ncia. Destaca-se ainda, no primeiro semestre de 2013, o in√≠cio das obras de saneamento em Altamira, bem como a constru√ß√£o dos aterros sanit√°rios em Altamira e Vit√≥ria do Xingu. Na √°rea de Educa√ß√£o, a Norte Energia contabiliza, atualmente, 27 escolas em constru√ß√£o ou fase de elabora√ß√£o de projetos, afora as 40 escolas j√° entregues na regi√£o. Na sa√ļde, a Norte Energia comemora a redu√ß√£o de 77% nos casos de mal√°ria no primeiro semestre de 2013 em compara√ß√£o com o mesmo per√≠odo de 2011, antes do in√≠cio do Plano de A√ß√£o para o Controle da Mal√°ria (PACM), proposto pela Norte Energia aos governos municipais, estadual e Federal, em uma articula√ß√£o para o combate da doen√ßa em seis munic√≠pios. Al√©m do Plano, os investimentos em Sa√ļde incluem 27 Unidades B√°sicas de Sa√ļde constru√≠das e equipadas pela empresa para atendimento m√©dico e odontol√≥gico na regi√£o, a disponibilidade de 8 equipes de Sa√ļde da Fam√≠lia e ainda obras de um Hospital com 103 leitos, sendo 10 leitos de UTI. Os deputados tamb√©m puderam conhecer os avan√ßos nas iniciativas de gera√ß√£o de renda, com projetos para atividade pesqueira, como a realiza√ß√£o de cursos de mergulho e de orienta√ß√£o quanto ao uso de equipamentos de seguran√ßa no desempenho dessa atividade. Outro p√ļblico a receber a aten√ß√£o da Norte Energia √© o de pessoas que migraram para a regi√£o de Belo Monte em busca de trabalho. Esses migrantes s√£o recebidos na Casa de Acolhimento ao Migrante que conta com profissionais qualificados para orientar sobre programas de inser√ß√£o no mercado de trabalho ou, para aqueles que assim preferirem, retornar √†s suas cidades de origem. Na √°rea da Seguran√ßa P√ļblica, a Norte Energia assinou um Termo de Coopera√ß√£o com a Secretaria de Estado de Seguran√ßa P√ļblica e Defesa Social do Par√° (Segup) envolvendo valores na ordem de 100 milh√Ķes de reais para obras, equipamentos e helic√≥pteros para a atua√ß√£o da Pol√≠cia Militar na regi√£o. A Norte Energia tamb√©m enfatizou que aproximadamente 70% dos trabalhadores de origem do estado do Par√°. ¬†Ao final da reuni√£o, o presidente Duilio convidou os parlamentares para conhecerem, na segunda quinzena de setembro, as obras da UHE Belo Monte. ‚ÄúEles poder√£o conhecer fisicamente, o que viram hoje por meio de slides‚ÄĚ, afirmou. Estiveram presentes, ainda, o presidente da Alepa, M√°rcio Miranda (DEM), al√©m dos deputados Carlos Bordalo (PT), Bernadete Ten Caten (PT), Alfredo Costa (PT), N√©lio Aguiar (DEM), Tet√™ Santos (PSDB), Ti√£o Miranda (PTB) e Eduardo Costa (PTB).











© Desenvolvido por santafédigital. Uma empresa do grupo santafé.